Emprego

Governo apresenta programa de estágios profissionais para jovens emigrantes e luso-descendentes nos EUA

Governo apresenta programa de estágios profissionais para jovens emigrantes e luso-descendentes nos EUA

 

Lusa/AO online   Regional   6 de Mar de 2010, 14:56

O Governo Regional dos Açores apresentou na sexta feira o programa 'Colombo' para fomentar a aproximação às origens de jovens emigrantes açorianos e luso-descendentes nos Estados Unidos, através de estágios profissionais em S.Miguel.

O programa é desenvolvido pelas direcções regionais das Comunidades e da Juventude, com o apoio do Acordo de Cooperação e Defesa entre Portugal e os Estados Unidos e os estágios variam entre dois a seis meses. "É um programa de estágios para jovens universitários açorianos que residam nos Estados Unidos há mais de 15 anos e para jovens luso-descendentes até à quarta geração que frequentem o último ano da licenciatura ou que estejam a frequentar mestrados e doutoramentos", afirmou a directora regional das Comunidades, Rita Dias. O programa possibilitará, a partir do segundo ou terceiro trimestre deste ano, estágios de dois e seis meses em empresas na ilha de S. Miguel, nas áreas das Ciências do Mar e da Terra, Biotecnologia e Ciências Físico-Químicas e Tecnologias da Comunicação, ou ainda na Universidade dos Açores. Inicialmente, o 'Colombo' vai abranger seis jovens, mas a directora regional das Comunidades admitiu que este número possa vir a ser alargado no futuro, assim como a realização dos estágios noutras ilhas do arquipélago. Alem do pagamento das deslocações entre os Açores e os EUA, os jovens terão "uma bolsa mensal e de formação, na área da língua e cultura", disse Rita Dias.  O cônsul dos EUA nos Açores, Gavin Sundwall, sublinhou que se trata de um projecto que reflecte "a excelente cooperação entre os Estados Unidos e o Governo Regional dos Açores" e "um exemplo da boa relação entre os povos açoriano e americano". "A nossa relação conta já com 215 anos a fazer uma diferença no mundo e continua a manter uma força positiva no estabelecimento de boas parcerias", afirmou.


Açormédia, S.A. | Todos os direitos reservados

Este site utiliza cookies: ao navegar no site está a consentir a sua utilização.
Consulte os termos e condições de utilização e a política de privacidade do site do Açoriano Oriental.