Face Oculta

Fugas ao segredo de Justiça têm de ser punidas, diz Pinto Monteiro


 

Lusa / AO online   Nacional   26 de Fev de 2010, 16:21

O Procurador-Geral da República (PGR), Pinto Monteiro, defendeu esta sexta-feira, em Portimão, que as fugas ao segredo de Justiça devem ser punidas ou, caso contrário, que se termine com o segredo de Justiça.
"Quem faz fugas ao segredo de Justiça deve ser responsabilizado ou, então, acabem com ele [segredo de Justiça]", defendeu Fernando Pinto Monteiro, advertindo que "correm muitos inquéritos para averiguar muitas fugas de informação".

Pinto Monteiro esteve esta sexta-feira de manhã reunido com magistrados do Ministério Público no Tribunal de Portimão para ouvir falar sobre condições de trabalho, processos pendentes e meios informáticos, tendo entrado e saído pela garagem, evitando falar com os jornalistas.

Açormédia, S.A. | Todos os direitos reservados

Este site utiliza cookies: ao navegar no site está a consentir a sua utilização.
Consulte os termos e condições de utilização e a política de privacidade do site do Açoriano Oriental.