Incêndios Grécia

Força Especial de Bombeiros já não vai ajudar

Força Especial de Bombeiros já não vai ajudar

 

Lusa/Ao online   Internacional   28 de Jul de 2018, 21:56

Os 50 elementos da Força Especial de Bombeiros já não vão para a Grécia combater os incêndios florestais, depois de ter sido desativada a ajuda do Mecanismo Europeu de Proteção Civil, informou o Ministério da Administração Interna.

Fonte oficial do Ministério da Administração Interna avançou à Lusa que, na sexta-feira, o Mecanismo Europeu de Proteção Civil informou Portugal de que a Grécia dispensa a ajuda dos meios portugueses, tendo em conta que já não é necessária mais assistência.

Na terça-feira, o ministro Eduardo Cabrita anunciou o envio por parte de Portugal de 50 elementos da Força Especial de Bombeiros para ajudar a combater os incêndios na Grécia, dando resposta a um pedido feito através do Mecanismo Europeu de Proteção Civil.

Na altura, Eduardo Cabrita adiantou que estes 50 elementos da FEB iriam partir para a Grécia até quarta-feira, depois de tratadas as questões logísticas.

A agência de notícia Efe avança também que os dois aviões Canadair enviados pelo Governo espanhol na terça-feira para a Grécia regressaram hoje a Espanha, depois da Grécia ter desativado o pedido de apoio feito ao Mecanismo Europeu de Proteção Civil.

Os incêndios que que assolaram a costa de Atenas, na Grécia, na segunda-feira, provocaram 88 mortos e mais de 3.500 casas destruídas, tendo o primeiro-ministro grego, Alexis Tsipras, assumiu "a responsabilidade política pela tragédia".

O Governo de Alexis Tsipras pediu ajuda internacional na noite de segunda-feira, tendo alguns países respondido com meios de apoio, que neste momento já não são necessários.




Açormédia, S.A. | Todos os direitos reservados

Este site utiliza cookies: ao navegar no site está a consentir a sua utilização.
Consulte os termos e condições de utilização e a política de privacidade do site do Açoriano Oriental.