FMI está mais otimista para zona euro em 2018 e 2019

FMI está mais otimista para zona euro em 2018 e 2019

 

Lusa/AO online   Economia   22 de Jan de 2018, 14:23

O Fundo Monetário Internacional (FMI) melhorou as estimativas de crescimento da zona euro, estimando agora que a economia do conjunto dos países da moeda única europeia cresça 2,2% em 2018 e 2% em 2019.

Na atualização ao 'World Economic Outlook' (relatório com as previsões económicas mundiais) divulgada esta segunda-feira, o FMI está mais otimista para a zona euro, esperando agora que o Produto Interno Bruto (PIB) cresça mais 0,3 pontos percentuais em 2018 e 2019 do que o estimando anteriormente.

Ainda assim, o FMI estima que o ritmo do crescimento da economia dos países do euro abrande este ano e no próximo, depois de crescer 2,4% no conjunto do ano passado.

No documento divulgado hoje, a instituição liderada por Christine Lagarde reviu em alta a estimativa do crescimento da economia mundial para 3,9% em 2018 e 2019, mais 0,2 pontos percentuais do que estimou anteriormente, influenciado pelo "bom momento" do ano passado.

A nível europeu, o Fundo destaca ainda a melhoria das estimativas económicas da Alemanha (com o PIB alemão mais 0,5 pontos percentuais do que o previsto em 2018 e 2019, 2,3% e 2%, respetivamente) e a Itália (mais 0,3 e 0,2 pontos, respetivamente para 1,4% e 1,1% em 2018 e 2019), "refletindo o momento forte na procura interna e uma maior procura externa".

Por outro lado, o crescimento económico em Espanha foi revisto ligeiramente em baixa para 2018, de 2,5% para 2,4%, devido aos "efeitos do aumento da incerteza política na confiança e na procura", relacionados sobretudo com a crise política na Catalunha.



Açormédia, S.A. | Todos os direitos reservados

Este site utiliza cookies: ao navegar no site está a consentir a sua utilização.
Consulte os termos e condições de utilização e a política de privacidade do site do Açoriano Oriental.