Saúde

Fixados limites no incentivo a médicos

Fixados limites no incentivo a médicos

 

Lusa / AO online   Regional   5 de Mar de 2010, 09:09

O Governo Regional dos Açores vai conceder este ano 66 subsídios para a fixação de médicos de medicina geral e familiar em oito das nove ilhas do arquipélago, sendo o Corvo a única que não é abrangida.
No total, segundo Miguel Correia, secretário regional da Saúde, são abrangidos 11 centros e duas unidades de saúde considerados “particularmente carenciados” naquelas áreas da medicina.

Os centros de saúde de Ponta Delgada vão receber 20 incentivos, estando previstos 12 para os centros de saúde de Angra do Heroísmo e três para os da Horta.

A atribuição de incentivos à fixação de médicos abrange ainda os centros de saúde da Ribeira Grande (5), Santa Cruz das Flores (3), Santa Cruz da Graciosa (3), Vila do Porto (3), Praia da Vitória (2), Vila Franca do Campo (2), Nordeste (2) e Povoação (2).

Os restantes oito serão distribuídos pelas unidades de saúde das ilhas do Pico (5) e de S. Jorge (3).

Açormédia, S.A. | Todos os direitos reservados

Este site utiliza cookies: ao navegar no site está a consentir a sua utilização.
Consulte os termos e condições de utilização e a política de privacidade do site do Açoriano Oriental.