Fittipaldi testa carro da próxima época


 

Lusa / AO online   Motores   18 de Out de 2007, 16:37

Emerson Fittipaldi, campeão do Mundo de Fórmula 1 em 1972 e 1974, vai fazer uma pausa na reforma para testar o novo monolugar do A1 Grand Prix, anunciou o brasileiro em entrevista ao site da competição.
A Ferrari vai fornecer motores e projectar um chassis para o A1 Grand Prix durante seis anos, a partir da época 2008/09, na sequência de um acordo entre o construtor italiano e este campeonato automobilístico por nações.

O contrato, divulgado na passada quinta-feira pelo presidente do A1GP, o luso-sul-africano António Teixeira, prevê ainda que a Ferrari seja consultora na construção dos chassis, que serão fabricados por um parceiro a anunciar em breve.

Na entrevista ao site da A1GP, que será publicada na íntegra na próxima semana, o antigo piloto brasileiro, que nunca esteve ao volante de um Ferrari, garante que não vai competir, mas mostra-se entusiasmado com a possibilidade de testar o carro.

"Sempre quis conduzir para a Ferrari e agora posso. Vou pelo menos testar o carro. Não vou competir, mas quero testar o carro. Estou muito entusiasmado", referiu o brasileiro, que completa 61 anos a 14 de Dezembro.

De acordo com Fittipaldi, a "parceria com a Ferrari vai fazer com que mais pilotos se envolvam na A1GP", que "será uma fórmula emocionante".

"Quando me falaram da possibilidade da Ferrari entrar a bordo achei brilhante", referiu Fittipaldi, que acredita que a marca italiana "vai ajudar a construir um carro lindo".

Para Fittipaldi, proprietário da equipa brasileira no A1GP, o nome da Ferrari vai fazer com que haja mais respeito pela A1GP, que se vai tornar "bem maior".

Fittipaldi, que em 1972, ao serviço da Lotus, se tornou o mais jovem campeão do Mundo de Fórmula 1 - sendo apenas detronado em 2005 pelo espanhol Fernando Alonso -, voltou a conquistar o título dois anos depois pela McLaren.

Depois de fundar com o irmão Wilson a sua própria equipa, a Copersucar, mais tarde rebaptizada com o nome da família, Emerson Fittipaldi alinhou na Fórmula 1 até 1980, transferindo-se posteriormente para os Estados Unidos, para disputar a Fórmula Indy.

"Emmo" correu na Fórmula Indy até aos 50 anos, abandonando a carreira de piloto em 1996, depois de ter ganho duas vezes as míticas 500 Milhas de Indianápolis, em 1989 e 1993, e sido uma vez campeão da especialidade, em 1989.
Açormédia, S.A. | Todos os direitos reservados

Este site utiliza cookies: ao navegar no site está a consentir a sua utilização.
Consulte os termos e condições de utilização e a política de privacidade do site do Açoriano Oriental.