Autarquias

Finanças garantem não haver atrasos nas transferências do IRS

Finanças garantem não haver atrasos nas transferências do IRS

 

Lusa / AO online   Economia   18 de Jan de 2010, 10:54

O Ministério das Finanças garantiu esta segunda-feira que as transferências relativas ao pagamento dos duodécimos da participação dos municípios nas receitas do IRS não estão em incumprimento, considerando "excessivo" imputar a esta receita dificuldades no pagamento de salários.
Fonte oficial do gabinete de Teixeira dos Santos disse á agência Lusa que a receita de IRS das autarquias até 31 de Dez de 2009 está regularizada e o mês de Janeiro está "naturalmente em cobrança".

"Não há aqui qualquer prazo que esteja a ser incumprido", garantiu a fonte.

Nas declarações à Lusa, a fonte do Ministério das Finanças referiu que se trata de uma "receita própria das autarquias e como todos os impostos deve ser transferida à medida que é cobrada pela Direcção-Geral das Contribuições e Impostos (DGCI)".

O jornal Diário de Notícias escreve hoje que as "Câmaras [estão] sem dinheiro para os salários de Janeiro", citando uma carta escrita pela Associação Nacional de Municípios Portugueses (ANMP) ao ministro da Presidência.

De acordo com a associação, citada pelo jornal, a DGCI atrasou a transferência do pagamento dos duodécimos, o que "está a causar sérios problemas de tesouraria em algumas câmaras", pondo em causa o pagamento dos salários de Janeiro.

"Atento o peso desta receita própria no conjunto das receitas globais das autarquias (cinco por cento), é excessivo imputar a esta receita dificuldades no pagamento de salários", referiu a mesma fonte.

Açormédia, S.A. | Todos os direitos reservados

Este site utiliza cookies: ao navegar no site está a consentir a sua utilização.
Consulte os termos e condições de utilização e a política de privacidade do site do Açoriano Oriental.