Festival Paredes de Coura arranca com Marlon Williams e King Gizzard & Lizard Wizard


 

Lusa/Ao online   Cultura e Social   15 de Ago de 2018, 12:23

O festival Paredes de Coura dá esta terça feira início ao que descreve como uma programação "cuidada e coerente", contando na primeira noite com King Gizzard & The Lizard Wizard, Marlon Williams, Linda Martini, The Blaze e Nuno Lopes.

Pelas margens do rio Taboão até sábado, a organização promete que o festival se vai manter "fiel ao espírito alternativo" que o caracteriza e que já levou ao Minho nomes como Arcade Fire, que regressam a Paredes de Coura 13 anos depois, Pixies, Nick Cave, PJ Harvey, Coldplay e Morrisey.

Os primeiros sons da edição deste ano vão estar a cargo de Grandfather's House (às 18:30), projeto apresentado em 2012 por Tiago Sampaio, a quem se juntou a voz de Rita Sampaio e a bateria de Ana João Oliveira. O grupo vai apresentar "Diving", o seu mais recente disco.

O country, soul, folk e pop do neozelandês Marlon Williams sobe ao palco às 19:40, em temas "carregados de narrativas rodeadas por atmosferas indie", marcados pelo trabalho mais recente do artista, "Make Way for Love", no qual Marlon canta "canta de coração partido" o fim de uma relação amorosa.

Um nome já conhecido do festival, os Linda Martini, regressa ao palco de Paredes de Coura às 21:30 de hoje.

Os australianos King Gizzard & The Lizard Wizard regressam a Paredes de Coura às 23:15, depois de lá terem atuado em 2016, com um som que a organização diz "remeter para a explosão psicadélica dos anos 60".

Os The Blaze, que têm atuação marcada para as 00:45 de quinta-feira, nasceram quando Jonathan pediu ajuda ao primo Guillaume para criar um tema para o vídeo de um trabalho escolar. O nome foi adotado por significar algo quente, forte, como o amor e a esperança, "algo capaz de destruir estereótipos", sendo o resultado um som "hipnotizante, que se desenvolve lentamente, e que pode ser visto em ‘Virile’”.

O lisboeta Conan Osiris (Tiago Miranda) atua às 02:15 já em modo ‘after-hours’, enquanto, a terminar o primeiro dia, Nuno Lopes, ator de profissão e DJ desde 2006, se apresenta às 03:00.

A 26.ª edição do festival Paredes de Coura prossegue até sábado com dezenas de artistas que vão do coletivo russo Pussy Riot ao britânico Skepta, passando pelos regressos de Arcade Fire, Slowdive, … And You Will Know Us By The Trail of The Dead, entre muitos outros.



Açormédia, S.A. | Todos os direitos reservados

Este site utiliza cookies: ao navegar no site está a consentir a sua utilização.
Consulte os termos e condições de utilização e a política de privacidade do site do Açoriano Oriental.