Mundiais canoagem

Fernando Pimenta é a maior figura em Montemor-o-Velho

Fernando Pimenta é a maior figura em Montemor-o-Velho

 

Lusa/AO Online   Outras modalidades   21 de Ago de 2018, 10:50

O canoísta Fernando Pimenta é a grande figura da seleção que, de quinta-feira a domingo, vai competir em Montemor-o-Velho nos primeiros mundiais absolutos organizados pela federação portuguesa.

O tricampeão da Europa de K1 1000 e vice-campeão olímpico em Londres2012 em K2 1000, com Emanuel Silva, procura em casa um inédito título mundial na distância predileta, os 1000 metros, depois de já ter conseguido o ouro nos 5000, que não integram o programa olímpico.

Em mundiais, Pimenta tem o terceiro lugar em 2015 em Milão, Itália, e a medalha de prata em Racice, República Checa, em 2017: em Montemor-o-Velho, o canoísta do Benfica vai fazer as duas distâncias, K1 1000 e 5000.

Aquela que é uma das maiores seleções de canoagem de sempre, com 33 atletas na velocidade mais cinco na paracanoagem, além de nove elementos entre equipa técnica e médica, integra 12 canoístas enquadrados no projeto olímpico Tóquio2020.

Emanuel Silva, João Ribeiro, David Fernandes, Hélder Silva, Teresa Portela, Joana Vasconcelos e Francisca Laia são alguns dos atletas de elite – e olímpicos - que vão competir no Centro de Alto Rendimento (CAR) de Montemor-o-Velho, palco do evento.

No setor feminino, destaque para Teresa Portela e Joana Vasconcelos, que nos Europeus de Belgrado, em junho, conquistaram o ouro em K2 200 – agora vão unir-se no K2 500 e depois juntam-se a Francisca Laia e Francisca Carvalho no K4 500.

Além destes, Portugal vai competir com uma série de jovens promessas, juniores e sub-23, que vão ter a oportunidade de aferir o seu nível na maior competição do mundo da especialidade.



Açormédia, S.A. | Todos os direitos reservados

Este site utiliza cookies: ao navegar no site está a consentir a sua utilização.
Consulte os termos e condições de utilização e a política de privacidade do site do Açoriano Oriental.