Jogos Olímpicos Londres2012

Federer derrota del Potro no encontro mais longo da história olímpica

Federer derrota del Potro no encontro mais longo da história olímpica

 

Lusa/AO online   Outras modalidades   3 de Ago de 2012, 16:48

O tenista suíço Roger Federer apurou-se para a sua primeira final de singulares nos Jogos Olímpicos, após derrotar o argentino Juan Martin del Potro, no encontro mais longo da história olímpica.

Roger Federer, número um mundial, esgotou quatro horas e 26 minutos para vencer com 3-6, 7-6 (7-5) e 19-17 Juan Martin del Porto, o primeiro argentino a jogar as meias-finais individuais nos Jogos Olímpicos.

A terceira partida, sem "tie-break", teve duas horas e 43 minutos de duração.

O anterior encontro mais longo dos Jogos Olímpicos ocorreu na terça-feira, com o francês Jo-Wilfried Tsonga a vencer o canadiano Milos Raonic, em três horas e 56 minutos.

Tsonga e Roanic jogaram 66 jogos, novo máximo, e o terceiro "set" mais longo da história olímpica, concluído com 25-23 favorável ao francês.

Roger Federer aguarda agora a conclusão da outra meia-final de hoje entre o sérvio Novak Djokovic e o escocês Andy Murray para saber quem defrontará na final.

Federer tem quatro participações em Jogos Olímpicos e nunca conquistou a medalha de ouro em singulares.

Em Sydney2000, quando conheceu a atual mulher a eslovaca Mirka Vavrinec, o helvético, que já conquistou 17 títulos em singulares em provas do "Grand Slam", atingiu as meias-finais, mas foi eliminado pelo alemão Tommy Haas.

No encontro de atribuição de medalha de bronze, Federer cedeu frente ao francês Arnaud Pascale.

Em Pequim2008, Roger Federer e Stanilas Wawrinka conquistaram a medalha de ouro em pares.


Açormédia, S.A. | Todos os direitos reservados

Este site utiliza cookies: ao navegar no site está a consentir a sua utilização.
Consulte os termos e condições de utilização e a política de privacidade do site do Açoriano Oriental.