Federação defende aumento do período de defeso da lapa

Federação defende aumento do período de defeso da lapa

 

Rui Jorge Cabral   Regional   11 de Mar de 2019, 09:13

Federação das Pescas dos Açores vai propor ao Governo o aumento do período de defeso das lapas, dos atuais sete para oito meses, entre o início de outubro e o final de maio, com efeitos já este ano. Intenção é preservar as lapas da apanha intensiva.

A Federação das Pescas dos Açores vai propor ao Governo Regional o aumento do período de defeso para a apanha da lapa nos Açores de sete para oito meses.

A proposta vai no sentido da alteração ao período de defeso da Lapa-brava (Patella aspera) e da Lapa-mansa (Patella candei gomesii) para entre 1 de outubro e 31 de maio, aumentando um mês em relação ao período de defeso atual, que abrange o período entre 1 de outubro e 30 de abril.

Depois de uma reunião com as associações, chegou-se a um acordo sobre algumas medidas que a Federação das Pescas dos Açores pretende que sejam implementadas já em 2019, com os objetivos de garantir a sustentabilidade dos recursos marítimos e assegurar, em simultâneo, o rendimento dos pescadores.


Leia mais na edição desta segunda-feira, 11 março 2019, do Jornal Açoriano Oriental



Açormédia, S.A. | Todos os direitos reservados

Este site utiliza cookies: ao navegar no site está a consentir a sua utilização.
Consulte os termos e condições de utilização e a política de privacidade do site do Açoriano Oriental.