Supertaça

FC Porto favorito a novo título, Desportivo das Aves persegue triunfo inédito

FC Porto favorito a novo título, Desportivo das Aves persegue triunfo inédito

 

Lusa/AO Online   Futebol   2 de Ago de 2018, 16:22

O FC Porto, campeão nacional, vai tentar cimentar no sábado o seu domínio na Supertaça em futebol, quando defrontar o Desportivo das Aves, detentor da Taça, em jogo agendado para Aveiro.

Frente aos avenses, que, depois de uma inédita vitória na Taça de Portugal, tentam também um primeiro triunfo na Supertaça, os 'dragões' são claros favoritos e tentam chegar ao 21 título, na sua 30.ª presença.

Sérgio Conceição, técnico que recuperou o título nacional para o FC Porto, impedindo o 'penta' do Benfica, continua ao 'leme', assim como os principais elementos do plantel, numa política de continuidade que reforça o estatuto de favorito neste jogo e para a época.

O lateral Ricardo, agora no Leicester, de Inglaterra, e o central Marcano, que ingressou na Roma, de Itália, são as exceções entre os mais utilizados. Entre os dois, marcaram oito golos na caminhada para o título, mais um (nove) no percurso realizado na Liga dos Campeões, concluído nos oitavos de final, num ano em que as contas do clube ficaram sob vigilância da UEFA, falhado o 'fair play' financeiro.

O reforço da equipa, essencial no centro da defesa, em função também das saídas do mexicano Diego Reyes e de Osório, cedido ao Vitória de Guimarães, passou, sobretudo, pelo regresso de jogadores que estavam emprestados.

O lateral brasileiro João Pedro foi uma das exceções, mas é possível que tenha a estreia adiada. A experiência de Maxi Pereira deve valer a titularidade na Supertaça, num jogo em que o central Diogo Leite, que falhou o Europeu de sub-19 para integrar os trabalhos do plantel principal, é apontado à titularidade.

Do outro lado, surge um Desportivo das Aves determinado em vencer pela primeira vez a Supertaça, precisando, para isso, de vencer pela primeira vez o FC Porto em jogos oficiais.

Nesta fase de arranque da época, o Aves terá, pelo menos em teoria, menos argumentos para conseguir ultrapassar os 'dragões' do que quando impôs o único empate (1-1) no histórico de 11 confrontos, em 25 de novembro do ano passado.

Nesse encontro da Liga 2017/18, o Aves contou com o guarda-redes Quim, que terminou a carreira, Salvador Agra, Arango e Paulo Machado, jogadores que deixaram o clube (Agra saiu logo em janeiro).

Paulo Machado foi mesmo o 11.º jogador com mais minutos no campeonato, numa lista dos mais utilizados que incluiu o guarda-redes Adriano Facchini. Com estes saíram ainda o argentino Tissone, reforço de 'inverno', e o avançado Alexandre Guedes, 'herói' dos avenses na histórica final da Taça de Portugal, ao anotar os dois golos que derrotaram o favorito Sporting (2-1).

O Aves conseguiu entretanto travar a 'sangria', ao resgatar e manter Carlos Ponck, o mais utilizado do emblema avense na Liga 2017/18.

No primeiro jogo oficial de 2018/19, realizado na semana passada para a Taça da Liga (segunda fase), o Aves anulou uma desvantagem de dois golos e venceu nos penáltis o Santa Clara, de regresso à I Liga, seguindo para a fase de grupos, com um 'onze' em que apenas o guarda-redes Quentin e o médio Bura são novidades.



Açormédia, S.A. | Todos os direitos reservados

Este site utiliza cookies: ao navegar no site está a consentir a sua utilização.
Consulte os termos e condições de utilização e a política de privacidade do site do Açoriano Oriental.