Futebol

FC Porto começa defesa do troféu frente à "fava"

FC Porto começa defesa do troféu frente à "fava"

 

Lusa/AO online   Futebol   16 de Dez de 2011, 11:41

O FC Porto, detentor da Liga Europa de futebol, inicia a defesa do troféu frente aos ingleses do Manchester City, enquanto o Sporting de Braga defronta os “portugueses” do Besiktas e o Sporting os polacos do Légia Varsóvia.
O sorteio de hoje, para 16 avos e oitavos de final da competição, ditou o emparelhamento dos “dragões”, que “caíram” da Liga dos Campeões, com uma das “favas”, no caso o líder da Liga inglesa apenas com uma derrota, frente ao Chelsea de André Villas-Boas.

Sem vencerem o campeonato desde 1967/68, quando repetiram o triunfo de 1936/37, os “citizens” apresentam no plantel, graças ao investimento do xeque Mansour bin Zayed Al Nahyan, futebolistas como “Kun” Aguero, Mário Balotelli, Dzeko e Nasri.

Apesar desta “constelação”, os comandados pelo italiano Roberto Mancini sucumbiram na fase de grupos da Liga dos Campeões, frente aos alemães do Bayern Munique e dos italianos do Nápoles.

O finalista da última edição da prova, Sporting de Braga, vai medir forças com os turcos do Besiktas, orientados pelo bracarense Carlos Carvalhal e que integram os portugueses Manuel Fernandes, Ricardo Quaresma, Simão Sabrosa, Hugo Almeida, Júlio Alves e Bebé.

Os “arsenalistas”, actuais quartos classificados da Liga, superaram a fase de grupos da segunda competição europeia de clubes no segundo lugar do Grupo H, atrás dos belgas do Club Brugge, e vão defrontar o actual terceiro colocado da Liga turca, que saiu vencedor da “poule” E da Liga Europa à frente de Stoke City, Dínamo Kiev e Maccabi de Telavive.

Mais facilitada parece ser a tarefa do Sporting, vencedor do Grupo D da prova, diante do Légia Varsóvia, que terminou o Grupo C no segundo lugar atrás do PSV Eindhoven e ocupa a mesma posição na Liga polaca, a quatro pontos do Slask Wroclaw. Nos embates com os “leões”, a formação da capital polaca já não deverá contar com o extremo português Manu, entretanto transferido para os chineses do Beijing Guan, de Jaime Pacheco.

Açormédia, S.A. | Todos os direitos reservados

Este site utiliza cookies: ao navegar no site está a consentir a sua utilização.
Consulte os termos e condições de utilização e a política de privacidade do site do Açoriano Oriental.