Unidose

Farmacêuticos saúdam recuo da ministra da Saúde


 

Lusa / AO online   Nacional   6 de Abr de 2010, 12:40

O bastonário da Ordem dos Farmacêuticos, Maurício Barbosa, congratulou-se esta segunda-feira com o recuo da ministra da Saúde relativamente à venda de medicamentos em unidose, considerando que esta "não é uma solução milagrosa" para evitar o desperdício.
"O desperdício [de fármacos] está intimamente relacionado com a falta de adesão dos doentes à terapêutica. Isto está demonstrado em vários estudos", indicou Maurício Barbosa à agência Lusa.

Na segunda-feira à noite, numa entrevista à SIC, a ministra da Saúde, Ana Jorge, admitiu que a venda em unidose é "difícil de implementar" e que a solução deverá passar pelo "redimensionamento" das embalagens e não pela dispensa em quantidade individualizada do medicamento.

Açormédia, S.A. | Todos os direitos reservados

Este site utiliza cookies: ao navegar no site está a consentir a sua utilização.
Consulte os termos e condições de utilização e a política de privacidade do site do Açoriano Oriental.