Exportação de vidro para reciclagem aumenta seis vezes na Terceira


 

Lusa / AO online   Regional   9 de Out de 2007, 15:52

A exportação de vidro da ilha Terceira para reciclagem “aumentou de 130 gramas mensais por pessoa em 2006, para 700 gramas este ano, disse hoje fonte dos Serviços Municipalizados de Angra do Heroísmo.
    Luís Mendes, presidente do Conselho de Administração daqueles serviços, sustentou, em declarações à Agência Lusa, que este aumento das exportações de vidro para reciclagem “se deve a uma maior eficiência na colaboração dos empresários de restaurantes e hotéis da ilha para a recolha deste resíduo”.

    “A ilha Terceira registou um crescimento de seis vezes mais na recolha, entre 2006 e os primeiros sete meses do corrente ano, tendo, assim, passado a ser a primeira exportadora da região, e a quarta a nível nacional”, acrescentou.

    Luís Mendes sublinhou que “a recolha do vidro ainda se vai tornar mais eficiente com a distribuição de cerca de 500 contentores, orçados em cerca de 25 mil euros, que serão colocados junto do meio milhar de cafés, restaurantes e hotéis existentes na ilha”.

    “Casa uma das unidades empresariais vai receber dois contentores, um dos quais é gratuito e o outro financiado em cerca de 60 por cento do seu valor”, revelou o responsável pelos SMAH.

    A recolha do vidro é efectuada pela empresa RESIAçores que adquiriu dois novos veículos que tornaram mais eficiente a recolha dos resíduos.

    Segundo Luís Mendes aumentou também, de forma significativa, a recolha do plástico, enquanto o papel/cartão tem manifestado tendência para a estabilização.
Açormédia, S.A. | Todos os direitos reservados

Este site utiliza cookies: ao navegar no site está a consentir a sua utilização.
Consulte os termos e condições de utilização e a política de privacidade do site do Açoriano Oriental.