Comentário cambial

Euro mantém-se em alta face ao dólar após tocar novo máximo histórico


 

Ana Carvalho Melo   Economia   27 de Set de 2007, 23:03

O euro seguia hoje ao final do dia em alta ligeira face ao dólar, com os investidores a especularem que a Fed pode cortar novamente as taxas após a venda de casas ter caído mais que o esperado.
Às 16:34, o euro valia 1,4147 dólares, ligeiramente acima dos 1,4123 dólares a que negociava na quarta-feira ao final do dia.

Durante a sessão de hoje, a cotação da moeda europeia oscilou entre um mínimo de 1,4118 dólares e um máximo de 1,4189 dólares, novo máximo histórico.

A pressionar a divisa norte-americana esteve a especulação de que a Reserva Federal norte-americana (Fed) poderá cortar novamente as taxas de juro, dado os sinais de abradamento da maior economia do mundo, nomeadamente ao nível imobiliário.

As vendas de casas novas nos Estados Unidos caíram 8,3 por cento em Agosto, para um valor anualizado de 795 mil, contra 867 mil em Julho, queda superior ao esperado pelos analistas que estimavam um recuo de 5,2 por cento para 825 mil anualizados.

Hoje foram ainda conhecidos mais dois dados nos Estados Unidos.

Os novos pedidos de subsísido de desemprego recuaram para 298 mil na semana terminada a 22 de Setembro (mínimo de quatro meses), de 313 mil na semana anterior, surpreendendo positivamente os analistas, que apontavam para um aumento dos pedidos para 316 mil.

O produto interno bruto norte-americano resceu a um ritmo anualizado de 3,8 por cento, no segundo trimestre deste ano, valor revisto em baixa face aos anteriormente esperados 4 por cento, mas em linha com o esperado pelos analistas.     
   
Divisas..............Hoje 16:34..........quarta-feira

   
Euro/dólar.............1,4147...............1,4123

   
Euro/iene..............163,77...............163,38

   
Euro/libra.............0,6991...............0,7006

  
Dólar/iene.............115,77...............115,68
Açormédia, S.A. | Todos os direitos reservados

Este site utiliza cookies: ao navegar no site está a consentir a sua utilização.
Consulte os termos e condições de utilização e a política de privacidade do site do Açoriano Oriental.