"Estabilidade governativa não é um fim em si mesmo"


 

Lusa / AO online   Nacional   13 de Out de 2009, 18:54

O secretário-geral do PCP defendeu que a “estabilidade governativa não é um fim em si mesmo”, afirmando que o mais importante são as políticas “no concreto”, questão que pretende debater com o primeiro-ministro na quinta-feira.
O primeiro-ministro vai reunir-se nos próximos dias com representantes dos partidos para apurar da sua disponibilidade “para darem um contributo para a governabilidade e para a resolução dos problemas do país”, naquilo que José Sócrates disse ser “um gesto de aproximação e um gesto de diálogo”.

Jerónimo de Sousa, que se reunirá com o primeiro-ministro na quinta-feira à tarde, afirmou que “a questão do governo e da estabilidade governativa não pode constituir um fim em si mesmo”.

Açormédia, S.A. | Todos os direitos reservados

Este site utiliza cookies: ao navegar no site está a consentir a sua utilização.
Consulte os termos e condições de utilização e a política de privacidade do site do Açoriano Oriental.