Escola Profissional com cinco meses de ordenados em atraso

Escola Profissional com cinco meses de ordenados em atraso

 

Luís Pedro Silva   Regional   3 de Jun de 2010, 15:00

O presidente da Fundação da Escola Profissional de Vila Franca do Campo confirmou a existência de pagamentos em atraso aos formadores externos e também a fornecedores da escola

 

A Escola Profissional de Vila Franca do Campo está com cinco meses de ordenados em atraso aos formadores externos da instituição, segundo confirmou António Cordeiro, presidente da autarquia e presidente da Fundação da Escola Profissional.

As dívidas também atingem os fornecedores da escola, sendo desconhecido o montante, em questão.

Neste momento há cerca de 50 professores a trabalhar a tempo parcial na escola profissional de Vila Franca do Campo, e apenas existem seis professores em exclusividade.

Apenas os formadores do cursos Reactivar receberam o vencimento, porque o pagamento é efectuado por uma entidade externa à escola profissional. Também os 136 alunos receberam as suas bolsas, enquanto os funcionários receberam os seus vencimentos.

Os formadores externos da escola recebem 30 euros, por hora de trabalho, tendo de proceder aos descontos para a segurança social e finanças.

A justificação para o atraso no pagamento está relacionada com uma auditoria às contas da instituição, iniciada em Fevereiro, que motivou a suspensão das transferências de verbas, referentes a 150 mil euros.

Leia esta notícia na íntegra no jornal Açoriano Oriental de Quinta-feira,
Dia 3 de Junho de 2010


Açormédia, S.A. | Todos os direitos reservados

Este site utiliza cookies: ao navegar no site está a consentir a sua utilização.
Consulte os termos e condições de utilização e a política de privacidade do site do Açoriano Oriental.