Enfermeiros e funcionários do lixo são os primeiros a aderirà greve

Carregando o video...

 

Carmo Rodeia   Regional   24 de Nov de 2010, 08:39

OS trabalhadores da administração local que fazem a recolha do lixo e os enfermeiros dos hospitais são os primeiros funcionários a aderir à greve geral, marcada em conjunto pelas centrais sindicais CGTP e UGT.

De acordo com o Sindicato dos Enfermeiros dos Açores, 80% dos enfermeiros escalados para o turno da noite fizeram greve, sendo que o Hospital do Divino Espírito Santo, em Ponta delgada, foi o que registou a maior adesão, com 100%.

Francisco Branco, do Sindicato, espera que esta adesão "que tem corrido com a maior normalidade" se estenda ao longo do dia a outros turnos, com particular destaque para os serviços que não têm internamento de doentes. O Centro de Saúde de Ponta Delgada está encerrado.

Também as escolas de Ponta Delgada estão maioritariamente encerradas ou a funcionar a meio gás, como é o caso da Secundária Antero de Quental, que só abriu os portões para os alunos do ensino secundário.

De resto, é no sector da educação que se espera uma das mais fortes adesões por parte dos trabalhadores devido "à insatisfação total" dos docentes, referiu à rádio Açores TSF o dirigente sindical do Sindicato dos Professores dos Açores, António Lucas.

As duas centrais sindicais têm previsto para hoje uma conferência de imprensa conjunta em Ponta Delgada, às 16h00, para fazerem o balanço desta jornada de luta.

Também na Horta há conferência de líderes parlamentares ás 9h45 para decidir se há condições para prosseguir o debate do Plano e orçamento na Assembleia Legislativa dos Açores.

Açormédia, S.A. | Todos os direitos reservados

Este site utiliza cookies: ao navegar no site está a consentir a sua utilização.
Consulte os termos e condições de utilização e a política de privacidade do site do Açoriano Oriental.