Saúde

Dívidas da SAUDAÇOR atingiam 260 ME em Setembro

Dívidas da SAUDAÇOR atingiam 260 ME em Setembro

 

Lusa/AO online   Regional   27 de Dez de 2011, 14:48

As dívidas da SAUDAÇOR, uma sociedade criada em 2003 pelo Governo Regional para gerir o sistema de saúde nos Açores, atingiam no final de Setembro cerca de 260 milhões de euros, revelou o Executivo açoriano.
Em resposta a um requerimento do deputado do CDS/PP ao Parlamento açoriano Artur Lima, o Governo de Carlos César precisa que a dívida financeira a médio e longo prazo da SAUDAÇOR é de 240 milhões de euros, situando-se os encargos comercial e financeiro de curto prazo nos 20,9 milhões de euros.

Com referência aos dados do balanço de Dezembro do ano passado, o executivo adianta, por outro lado, que o prazo médio de pagamento da SAUDAÇOR aos fornecedores era 45,66 dias.

Nos termos da legislação que procedeu à sua criação, a SAUDAÇOR tem por objecto o planeamento e gestão do sistema regional de saúde e dos respectivos sistemas de informação, infra-estruturas e instalações e a realização de obras de construção, de conservação, de recuperação e de reconstrução de unidades e serviços de saúde.

Açormédia, S.A. | Todos os direitos reservados

Este site utiliza cookies: ao navegar no site está a consentir a sua utilização.
Consulte os termos e condições de utilização e a política de privacidade do site do Açoriano Oriental.