Tailândia

Dirigente dos "camisas vermelhas" apela para a não-violência

Dirigente dos "camisas vermelhas" apela para a não-violência

 

Lusa / AO online   Internacional   20 de Mai de 2010, 11:58

Um dos principais dirigentes dos "camisas vermelhas", Veera Musikapong, que se entregou esta quinta-feira às autoridades, apelou aos manifestantes antigovernamentais para a não-violência, afirmando que "a democracia não pode ser construída sobre a vingança".
"Quero falar aos verdadeiros 'vermelhos'. Quero que respeitem o nosso princípio da não-violência", declarou Veera, presidente da Frente unida pela democracia contra a ditadura.

"A democracia não pode ser construída sobre a vingança. Os êxitos constroem-se sobre a não-violência", acrescentou, citado pela agência noticiosa francesa AFP.

Açormédia, S.A. | Todos os direitos reservados

Este site utiliza cookies: ao navegar no site está a consentir a sua utilização.
Consulte os termos e condições de utilização e a política de privacidade do site do Açoriano Oriental.