Director Geral das Artes demitiu-se


 

Lusa / AO Online   Nacional   10 de Jul de 2010, 12:51

O director geral das Artes, Jorge Barreto Xavier, demitiu-se na sexta feira do cargo alegando "divergência" com a ministra da Cultura "sobre o modo de desenvolvimento das políticas de apoio às artes".

O pedido de demissão foi apresentado na sexta feira à ministra Gabriela Canavilhas, revelou hoje Jorge Barreto Xavier à agência Lusa.

A demissão surge numa altura de grande contestação por parte dos artistas e criadores nacionais de várias áreas, sobretudo do cinema, do teatro, da dança e das artes visuais.

Em causa estão cortes orçamentais de dez por cento nos apoios do Ministério da Cultura aos artistas independentes, às fundações e a outros agentes culturais.

Desde que foram anunciados, em meados de junho, cortes orçamentais para os organismos tutelados pelo Ministério da Cultura e nos apoios a agentes culturais que os artistas começaram a organizar-se em plataformas para condenar e protestar contra as medidas do Governo.

Na opinião dos artistas, os cortes orçamentais – que o ministério alega só terem efeito no segundo semestre de 2010 – vão ter um impacto muito negativo no já frágil tecido cultural e colocar em risco a produção artística contemporânea portuguesa.

Na sequência dos protestos, esta semana, o Governo anunciou que os cortes nos orçamentos para institutos e direções gerais do ministério vão baixar de 20 para 12,5 por cento.

Jorge Barreto Xavier, 44 anos, tinha sido nomeado para o cargo em abril de 2008 pelo então ministro da Cultura José António Pinto Ribeiro.

Licenciado em Direito pela Universidade Nova de Lisboa, especializou-se em gestão na área das artes, foi vereador da Cultura na Câmara Municipal de Oeiras e dirigiu durante vários anos o Clube Português de Artes e Ideias, que fundou nos anos 80.


Açormédia, S.A. | Todos os direitos reservados

Este site utiliza cookies: ao navegar no site está a consentir a sua utilização.
Consulte os termos e condições de utilização e a política de privacidade do site do Açoriano Oriental.