Direção Regional da Cultura classifica imagens de assinalável interesse histórico da Igreja do Corvo


 

Lusa/AO online   Regional   15 de Ago de 2013, 09:28

A Direção Regional da Cultura dos Açores iniciou o processo de classificação de interesse público de seis esculturas de cariz religioso, propriedade da Igreja Matriz de Vila Nova do Corvo, a mais pequena ilha dos Açores, que datam dos séculos XVII e XVIII.

As imagens em causa, que estão distribuídas pelo altar-mor e pela sacristia da Igreja Matriz, representam Nossa Senhora da Conceição, Nossa Senhora dos Milagres, São Bento (também conhecido por Santo Antão), São Pedro, um Crucifixo e o Senhor Morto e são, na sua maioria, de autor desconhecido.

De acordo com a Direção regional da Cultura, a mais recente, a imagem do Senhor Morto, foi adquirida por volta de 1877, enquanto a de Nossa Senhora dos Milagres constitui a peça mais antiga, datada de 1570 e executada na Flandres (Bélgica).

O processo de classificação das imagens visa "assegurar a preservação das imagens em causa e do seu inestimável valor cultural”.


Açormédia, S.A. | Todos os direitos reservados

Este site utiliza cookies: ao navegar no site está a consentir a sua utilização.
Consulte os termos e condições de utilização e a política de privacidade do site do Açoriano Oriental.