Detenções secretas podem constituir crimes contra a humanidade


 

Lusa / AO online   Internacional   27 de Jan de 2010, 17:12

Especialistas de direitos humanos da ONU consideraram hoje que as detenções secretas "amplas e sistemáticas" no quadro da luta contra o terrorismo podem constituir crimes contra a humanidade.
"Se a detenção secreta constitui um desaparecimento forçado e é praticada de modo amplo e sistemático, pode mesmo ser considerada como um crime contra a humanidade", explicam dois especialistas em contra-terrorismo e tortura num relatório a apresentar em Março ao Conselho dos Direitos Humanos da ONU.

Segundo o relatório, relativo à situação em 66 países, as detenções secretas são um fenómeno comum que se intensificou após os ataques de 11 de Setembro de 2001 contra os Estados Unidos.

Açormédia, S.A. | Todos os direitos reservados

Este site utiliza cookies: ao navegar no site está a consentir a sua utilização.
Consulte os termos e condições de utilização e a política de privacidade do site do Açoriano Oriental.