Desmentida responsabilidade de maoistas em descarrilamento de comboio


 

Lusa / AO online   Internacional   28 de Mai de 2010, 18:16

O porta-voz de um grupo apoiado pela rebelião maoista indiana desmentiu qualquer responsabilidade no descarrilamento de um comboio esta sexta-feira no leste da Índia, do qual resultaram 71 mortos, anuncia a agência Press Trust of India (PTI).
Anteriormente, a PTI tinha anunciado que uma pessoa, que durante uma chamada telefónica afirmou pertencer ao “comité do povo contra as atrocidades da polícia” (PCPA) apoiado pela rebelião maoista, tinha reivindicado a sabotagem de um comboio expresso que ligava Calcutá a Bombaim e que descarrilou perto da cidade de Sardiha, cerca de 150 quilómetros a oeste de Calcutá.

"Nós não estamos em qualquer caso envolvidos, Isto não é nossa ação”, declarou o porta-voz do grupo, Asit Mahato, citado pela PTI.

Açormédia, S.A. | Todos os direitos reservados

Este site utiliza cookies: ao navegar no site está a consentir a sua utilização.
Consulte os termos e condições de utilização e a política de privacidade do site do Açoriano Oriental.