Europeias

Cristas pede penalizção do PS e Governo das esquerdas nas urnas

Cristas pede penalizção do PS e Governo das esquerdas nas urnas

 

Lusa/Ao online   Nacional   10 de Fev de 2019, 17:13

A presidente do CDS-PP, Assunção Cristas, encerrou este domingo a convenção europeia do partido, em Lisboa, pedindo aos eleitores que penalizem o PS e aproveitem para mostrar que “há alternativa à maioria dominante de esquerda”.

Depois de lembrar que as europeias de 26 de maio são as primeiras eleições depois da formação do Governo das “esquerdas unidas”, do PS, Cristas pediu uma dupla mobilização dos apoiantes contra a abstenção e contra o executivo de António Costa.

“É preciso votar nestas eleições”, afirmou, “pelo que significam por si”, mas também “pela força de mostrar que há outra visão e que há uma alternativa à maioria de esquerda dominante em Portugal”, afirmou no final de um encontro dedicado às europeias, no Centro Cultural de Belém, em Lisboa, um arranque da pré-campanha eleitoral.

Assunção Cristas pediu aos militantes e apoiantes que recordem serem estas “as primeiras eleições nacionais depois do Governo das esquerdas unidas” e que “vale a pena lembrar” isso mesmo “àqueles que não se conformam com as esquerdas unidas, que não se reveem em António Costa, que não acham que ele seja um bom primeiro-ministro”.




Açormédia, S.A. | Todos os direitos reservados

Este site utiliza cookies: ao navegar no site está a consentir a sua utilização.
Consulte os termos e condições de utilização e a política de privacidade do site do Açoriano Oriental.