Costa leva António Vitorino e Vasco Cordeiro na sua comitiva oficial ao Canadá

Costa leva António Vitorino e Vasco Cordeiro na sua comitiva oficial ao Canadá

 

Lusa/AO Online   Regional   30 de Abr de 2018, 06:33

O primeiro-ministro leva na comitiva da sua visita ao Canadá, entre terça-feira e 05 de maio, o presidente do Governo Regional dos Açores, Vasco Cordeiro, e António Vitorino, candidato à liderança da Organização Internacional para as Migrações.


Durante os quatro dias de visita oficial ao Canadá, com passagens por Ottawa, Toronto e Montreal, o primeiro-ministro terá vários encontros com a comunidade portuguesa residente neste país, maioritariamente de origem açoriana.

Logo no primeiro ponto do programa oficial no Canadá, na quarta-feira, ao fim da tarde, em Ottawa, estão previstos discursos de António Costa e de Vasco Cordeiro no Centro Recreativo Português Lusitânia.

Em Toronto e em Montreal (aqui num dia dedicado à língua portuguesa), o primeiro-ministro e o presidente do Governo Regional dos Açores voltam a encontrar-se com portugueses e lusodescendentes residentes neste país.

O próprio primeiro-ministro do Canadá, Justin Trudeau, numa nota que publicou na página oficial do Governo canadiano na Internet, destacou a importância de o seu país contar com cerca de 480 mil cidadãos de origem portuguesa.

Nas conversações entre António Costa e Justin Trudeau, além das questões relativas ao livre comércio entre a União Europeia e o Canadá, estará também em análise o problema das vagas migratórias.

Um tema que será discutido entre os dois primeiros-ministros, numa conjuntura em que Portugal apresenta a candidatura do antigo ministro socialista e comissário europeu António Vitorino ao cargo de diretor-geral da Organização Internacional para as Migrações.

Além de António Vitorino e de Vasco Cordeiro, fazem ainda parte da comitiva oficial da visita de António Costa ao Canadá o ministro da Economia, Manuel Caldeira Cabral, os secretários de Estado das Comunidades Portuguesas, José Luís Carneiro, e da Internacionalização, Eurico Dias, e o presidente da AICEP, Luís Castro Henriques.


Açormédia, S.A. | Todos os direitos reservados

Este site utiliza cookies: ao navegar no site está a consentir a sua utilização.
Consulte os termos e condições de utilização e a política de privacidade do site do Açoriano Oriental.