"Corrida mais louca do mundo" chega este mês às Sete Cidades

"Corrida mais louca do mundo" chega este mês às Sete Cidades

 

Lusa/AO Online   Regional   6 de Set de 2018, 20:30

A "corrida mais louca do mundo" (Wacky Races), inspirada numa série de TV da produtora Hanna-Barbera e com Muttley como o principal protagonista, vai servir de inspiração para uma prova nas Sete Cidades, a 23 de setembro.

O presidente da Casa do Povo das Sete Cidades, freguesia do concelho de Ponta Delgada conhecida pela sua beleza ambiental e suas duas lagoas, verde e azul, declarou à agência Lusa que a decisão de realizar a "Corrida Maluca", como a resolveram designar, surgiu no âmbito do 36.º aniversário da instituição.

A série de animação televisiva consiste numa corrida realizada por destemidos condutores de viaturas bizarras, destacando-se entre as personagens a dupla Dick Dastardly e o cão rafeiro Muttley, que recorrem a truques sujos para vencer a prova.

O presidente da Casa do Povo, Sérgio Roque, que revela já existir um número significativo de carros inscritos, apesar das inscrições terminaram a 21 de setembro, afirma que as “expectativas são altas” em termos de adesão de público da ilha de São Miguel e turistas.

A prova, sujeita a regras apertadas, vai realizar-se numa via pública no centro das Sete Cidades, partindo de uma rampa do cemitério local e concluindo na igreja, estando previsto atribuir distinções aos três primeiros classificados.

Tendo a ideia partido de um dos membros da direção da Casa do Povo que é apaixonado por carros e suas alterações, Sérgio Roque, que recorda que a Red Bull realiza este tipo de prova, anualmente, em vários países, disse que esta “é muito apreciada” pela população local, o que serviu de incentivo.

O percurso, com cerca de 600 metros, contempla vários obstáculos, sendo uma forma de mobilizar pessoas para a freguesia, um dos locais mais procurados pelos turistas em São Miguel.

O aniversário da Casa do Povo das Sete Cidades contempla ainda a atuação de grupos musicais, folclore, atuação de filarmónicas e porco no espeto para todos os que se deslocarem à freguesia.

Esta iniciativa já se realizou durante vários anos noutra localidade de São Miguel, na Caloura, concelho da Lagoa.



Açormédia, S.A. | Todos os direitos reservados

Este site utiliza cookies: ao navegar no site está a consentir a sua utilização.
Consulte os termos e condições de utilização e a política de privacidade do site do Açoriano Oriental.