Coreia do Sul: Detidos suspeitos de roubar dados pessoais de 8,7 milhões de clientes de telemóvel

Coreia do Sul: Detidos suspeitos de roubar dados pessoais de 8,7 milhões de clientes de telemóvel

 

Lusa / AO online   Internacional   29 de Jul de 2012, 12:50

A polícia sul-coreana deteve dois suspeitos acusados de terem roubado dados pessoais a 8,7 milhões de clientes da segunda maior operadora de telemóveis do país, informou hoje a empresa.

 

A KT disse que os piratas informáticos - formalmente detidos hoje - roubaram dados pessoais, tais como nomes, contactos e moradas de clientes, desde fevereiro último, tendo vendido a informação a firmas de marketing.

"O número de contas de pessoas afetadas foi de cerca de metade dos 17 milhões de clientes que temos", disse um porta-voz da empresa à agência noticiosa francesa AFP, indicando que a KT alertou a polícia a 13 de julho, após ter detetado sinais de ataques informáticos.

A agência de notícias sul-coreana, a Yonhap, refere, citando a polícia, que o duo - que inclui um antigo programador sénior de uma firma local de tecnologias de informação - ganhou pelo menos mil milhões de won (713 milhões de euros) com a venda dos dados roubados.

Sete outras pessoas foram também listadas como tendo adquirido os dados roubados para fins de telemarketing, indica ainda a Yonhap.

Os ataques informáticos a grandes empresas com vista a aceder a dados pessoais dos clientes ocorrem com frequência na Coreia do Sul, uma das nações mais ‘conetadas' do mundo.

As autoridades sul-coreanas indicaram, em julho de 2011, que piratas informáticos, utilizando um endereço IP registado na China, tiveram acesso aos principais portais eletrónicos da Coreia do Sul, estimando-se que possam ter roubado dados privados de 35 milhões de pessoas.


Açormédia, S.A. | Todos os direitos reservados

Este site utiliza cookies: ao navegar no site está a consentir a sua utilização.
Consulte os termos e condições de utilização e a política de privacidade do site do Açoriano Oriental.