Angra do Heroísmo

Conferência sobre emigração na segunda metade do século XIX

Conferência sobre emigração na segunda metade do século XIX

 

Susete Rodrigues/AO Online   Cultura e Social   3 de Jul de 2018, 19:45

A Biblioteca Pública e Arquivo Regional Luís da Silva Ribeiro, recebe quinta-feira, pelas 18h00, a conferência sobre “A emigração no distrito de Angra do Heroísmo na segunda metade de século XIX”, por Susana Serpa Silva.

A conferência, que se enquadra na exposição “O Arquivo e o Documento: 1948-2018”, comemorativa do 70.º aniversário da criação do Arquivo de Angra do Heroísmo, será abordada a emigração como um fenómeno marcante na sociedade açoriana oitocentista, não tendo o distrito de Angra do Heroísmo constituído exceção, sendo o Brasil o destino preferencial daqueles que partiram, seja por via legal ou através da emigração clandestina, refere nota do Gacs.

Com base no cruzamento de diferentes fontes, como registos de passaportes, documentos e relatos dos governadores civis ou publicações da imprensa, pretende-se compreender os fluxos emigratórios, sem esquecer as lacunas de que enfermam alguns acervos documentais, bem como as designadas “cifras negras” da emigração ilegal.

Susana Serpa Silva é docente na Universidade dos Açores, investigadora integrada do Centro de História de Além-Mar (Universidade Nova de Lisboa e Universidade dos Açores), do qual é vice-presidente da Comissão Científica, e é investigadora colaboradora do LABIMI - Laboratório de Estudos de E/Imigração da Universidade Estadual do Rio de Janeiro, no Brasil.

Diretora do Curso de Doutoramento em História Insular e Atlântica (Séculos XV - XX) e responsável, na Universidade dos Açores, pelo doutoramento internacional e interuniversitário em "Ilhas Atlânticas: História, Património e Quadro Jurídico-Institucional", Susana Serpa Silva é autora ou co-autora de vários livros, bem como de inúmeros capítulos de livros e artigos em atas e revistas da especialidade.


Açormédia, S.A. | Todos os direitos reservados

Este site utiliza cookies: ao navegar no site está a consentir a sua utilização.
Consulte os termos e condições de utilização e a política de privacidade do site do Açoriano Oriental.