Comissão Europeia aprova projeto Life Beetles para os Açores

Comissão Europeia aprova projeto Life Beetles para os Açores

 

Lusa/AO Online   Regional   15 de Jul de 2019, 16:24

A Comissão Europeia aprovou mais um projeto Life para os Açores, o Beetles, orçado em 1,76 milhões de euros, que vai ser coordenado pela Direção Regional do Ambiente.

A secretária regional da Energia, Ambiente e Turismo declarou à Lusa, na sequência da assinatura de um protocolo, em Ponta Delgada, na ilha de São Miguel, que o projeto vai ser executado a partir de janeiro de 2020, contemplando as ilhas Terceira, Pico e Flores.

Marta Guerreiro referiu que “pretende-se aumentar as populações e as áreas de distribuição e a melhoria do estado de conservação de três escaravelhos endémicos”.

A responsável pela pasta do Ambiente explicou que estas espécies estão consideradas como “criticamente ameaçadas devido à perda do seu ‘habitat’, resultante do uso do solo e do impacto da população de espécies invasoras”.

Referindo-se especificamente à assinatura do contrato para a elaboração da Estratégia Regional para o Controlo e Prevenção de Espécies Exóticas e Invasoras”, entre a empresa pública Azorina e a Fundação Gaspar Frutuoso, Marta Guerreiro destacou que esta é uma medida que surge no âmbito do ‘LiFe IP Azores Natura’, com um orçamento 19,1 milhões de euros para os próximos nove anos.

A secretária regional disse que pretende-se “criar condições para a existência de um quadro regulamentar e uma estrutura institucional e operativa”, para fazer face a estas ameaças, salvaguardando que o controlo da pressão das espécies exóticas e invasoras “é um combate incessante”, uma “verdadeira guerra sem quartel”.

Marta Guerreiro referiu que a estratégia para as espécies exóticas e invasoras pretende impedir a sua introdução, “detetar atempadamente e responder” a novas incursões, auxiliar os processos de decisão de importações, a par da intenção de “mitigar as pressões” e proteger a biodiversidade nativa, entre outras metas.


Açormédia, S.A. | Todos os direitos reservados

Este site utiliza cookies: ao navegar no site está a consentir a sua utilização.
Consulte os termos e condições de utilização e a política de privacidade do site do Açoriano Oriental.