CMPD abate 21 árvores este mês “por razões de segurança”

CMPD abate 21 árvores este mês “por razões de segurança”

 

Miguel Bettencourt Mota   Regional   24 de Abr de 2019, 09:08

Os trabalhos já decorrem e, até ao final do mês, a Câmara Municipal de Ponta Delgada (CMPD) estará a proceder ao corte de um total de 21 “árvores de risco” que têm lugar em espaços de fruição pública do concelho.

Isso mesmo confirmou, ontem, ao Açoriano Oriental, o gabinete de comunicação da autarquia, dando nota que a intervenção está a ser levada a cabo para salvaguardar a “segurança” de pessoas e bens, e que serão plantadas árvores a substituir as cortadas.

“Por razões de segurança, e após o licenciamento nos termos da legislação em vigor pela Direção Regional dos Recursos Florestais, a CMPD está a proceder à operação de corte de arvoredo”, explicou o município a este jornal, tendo igualmente indicado que “foi efetuado um Estudo de Avaliação do Estatuto Biomecânico e Fitossanitário de 110 árvores na cidade de Ponta Delgada”.


Ler mais na edição desta quarta-feira, 24 abril 2019, do jornal Açoriano Oriental



Açormédia, S.A. | Todos os direitos reservados

Este site utiliza cookies: ao navegar no site está a consentir a sua utilização.
Consulte os termos e condições de utilização e a política de privacidade do site do Açoriano Oriental.