Certificação para uso civil sem implicação na utilização militar da base

Certificação para uso civil sem implicação na utilização militar da base

 

Lusa/AO Online   Regional   26 de Jul de 2018, 09:07

O ministro dos Negócios Estrangeiros afirmou que a certificação da base das Lajes, para utilização permanente pela aviação civil é "um estímulo para o turismo" na ilha Terceira e não limita a utilização militar daquela infraestrutura.

A base das Lajes, na ilha Terceira, nos Açores, foi certificada no início da semana para utilização permanente pela aviação civil, passando a designar-se como aeroporto internacional, na sequência de um processo que demorou dois anos.

"A certificação como aeroporto civil significa que o aeroporto das Lajes pode ser usado mais e aproveitado mais para a aviação civil internacional", comentou Augusto Santos Silva, à margem de uma reunião do Fórum da Cooperação para o Desenvolvimento, em Lisboa.

Segundo o governante, a medida "não tem nenhuma consequência em termos de limitação do ponto de vista do uso militar da base, quer pela Força Aérea portuguesa quer pela Força Aérea norte-americana".

A certificação "acrescenta novas oportunidades do ponto de vista do tráfego aéreo e portanto é um estímulo mais para o turismo na ilha Terceira".

O processo de certificação iniciou-se a 27 de julho de 2016, com a assinatura de um protocolo entre Governo da República e o Governo Regional dos Açores, que previa a sua conclusão no espaço de dois anos.



Açormédia, S.A. | Todos os direitos reservados

Este site utiliza cookies: ao navegar no site está a consentir a sua utilização.
Consulte os termos e condições de utilização e a política de privacidade do site do Açoriano Oriental.