CDS/Açores admite aprovar Orçamento se executivo integrar medidas centristas

CDS/Açores admite aprovar Orçamento se executivo integrar medidas centristas

 

Lusa/AO Online   Regional   6 de Set de 2019, 17:37

O CDS-PP/Açores mostrou-se esta sexta-feira disponível para "conversar" com o Governo Regional sobre o Orçamento para 2020 e, como neste ano, viabilizar o documento se das conversações resultarem "benefícios óbvios para os açorianos".

"Grande parte das propostas que o CDS apresentou no anterior Plano e Orçamento já estão em execução e implementação, o que nos deixa muito satisfeitos", declarou o deputado centrista Alonso Miguel, que liderou uma comitiva do CDS que se reuniu hoje com o chefe do executivo açoriano, Vasco Cordeiro (PS), sobre o Plano e Orçamento para 2020.

Entre as medidas referidas, que contribuíram para o voto favorável do CDS ao Orçamento dos Açores para 2019, está o prémio de mérito de 500 euros para os alunos que ingressam no ensino superior e a rede de residências para doentes deslocados.

"O CDS manterá uma postura de abertura e diálogo em relação ao Plano e Orçamento para 2020", prosseguiu Alonso Miguel, que descreveu a oposição centrista como "firme, crítica e rigorosa", mas "também construtiva".

E concretizou: "Haja vontade por parte do Governo Regional e certamente o CDS/Açores estará disponível para conversar e se entender com o Governo Regional, se daí resultarem benefícios óbvios para os açorianos e o desenvolvimento da nossa região".

O presidente do Governo dos Açores está hoje a receber em Ponta Delgada os parceiros sociais e os partidos políticos sobre a preparação das propostas do Plano e Orçamento para 2020, que serão apresentadas à Assembleia Legislativa Regional em outubro.

Vasco Cordeiro está acompanhado nos encontros pelo vice-presidente do Governo dos Açores, Sérgio Ávila, que tutela a área orçamental.

Após esta ronda de audições, a anteproposta de Plano e Orçamento para 2020 será aprovada em Conselho de Governo, a que se seguirá, no final deste mês, a reunião do Conselho Económico e Social da Região Autónoma dos Açores.

Depois de recolhidos os diversos pareceres do Conselho Económico e Social e dos Conselhos de Ilha, o Governo dos Açores reunir-se-á em Conselho para aprovar as propostas de Plano e Orçamento, que serão entregues, no final do mês de outubro, na Assembleia Legislativa da Região Autónoma dos Açores.


Açormédia, S.A. | Todos os direitos reservados

Este site utiliza cookies: ao navegar no site está a consentir a sua utilização.
Consulte os termos e condições de utilização e a política de privacidade do site do Açoriano Oriental.