Aviação

Cathay Pacific regista primeira quebra de passageiros em Setembro


 

Lusa/AOonline   Economia   14 de Out de 2008, 11:22

A transportadora aérea de Hong Kong, Cathay Pacific, anunciou uma quebra homóloga de 0,7 por cento no número de passageiros em Setembro, a primeira descida registada pela empresa desde 2003, devida à crise financeira global.
Em comunicado, a Cathay Pacific e a subsidiária Dragon Air indicam que transportaram em Setembro 1.878.080 passageiros, num mês em que a venda de lugares caiu 6,7 pontos percentuais para 72,3 por cento, comparativamente ao mesmo mês de 2007.

    A quebra de vendas verificou-se ”significativamente” no mercado de Hong Kong e principalmente no segmento empresarial, ao mesmo tempo que foi potenciada pelas tempestades tropicais que afectaram a região e Taiwan e o fim dos Jogos Olímpicos de Pequim, referiu um dos responsáveis da companhia, Tom Owen.

    O diário South China Morning Post noticiou hoje que a quebra de passageiros na Cathay Pacific é a primeira desde 2003 quando a região administrativa especial chinesa foi severamente afectada pela pneumonia atípica.

    Tom Owen acrescentou que as vendas futuras estão também a registar um abrandamento, nomeadamente as classes superiores mais expostas aos sectores dos serviços empresariais, como a classe executiva e a primeira classe.

Açormédia, S.A. | Todos os direitos reservados

Este site utiliza cookies: ao navegar no site está a consentir a sua utilização.
Consulte os termos e condições de utilização e a política de privacidade do site do Açoriano Oriental.