Sociedade

Casais chineses ricos vão ter segundo filho


 

Lusa / AO online   Internacional   15 de Jan de 2010, 10:14

Dezenas de milhares de casais chineses vão ter um segundo filho em Hong Kong, escapando às sanções impostas pela drástica política de controlo da natalidade em vigor no interior da China.
“Cerca de metade de todos os bebés nascidos em Hong Kong são filhos de mães oriundas do continente”, disse hoje o jornal China Daily citando estatísticas do governo daquela Região Administrativa Especial.

Só em 2009, cerca de 10.000 bebés de Pequim nasceram em Hong Kong, precisou o gerente de uma agência de viagens especializada neste tipo de “turismo”.

O preço, incluindo despesas de maternidade e hospitalização, varia entre 80 000 yuan (8000 euros) e 150 000 yuan (15 000 euros).

Açormédia, S.A. | Todos os direitos reservados

Este site utiliza cookies: ao navegar no site está a consentir a sua utilização.
Consulte os termos e condições de utilização e a política de privacidade do site do Açoriano Oriental.