Carlos César diz que apoio dado a Ricardo Moura projetou internacionalmente os Açores

Carlos César diz que apoio dado a Ricardo Moura projetou internacionalmente os Açores

 

lusa/AO Online   Regional   29 de Set de 2012, 11:12

O presidente do Governo dos Açores, Carlos César, felicitou ontem o piloto de ralis açoriano Ricardo Moura pela conquista do segundo título português consecutivo, admitindo que os apoios que recebeu tiveram reflexo na projeção internacional da região.

 

“Estamos em presença de alguém que tem prestigiado muito os Açores. É um profissional de eleição, não só pelo currículo, pentacampeão nos Açores e bicampeão nacional, mas também porque é um embaixador dos Açores, que nunca menorizou essa condição”, afirmou Carlos César, em declarações aos jornalistas no final de uma audiência que concedeu ao piloto.

Carlos César admitiu que o esforço financeiro feito para apoiar Ricardo Moura pode justificar um aumento numa eventual revisão que venha a ser feita pelo próximo executivo regional, já que “a projeção externa é muito significativa e deve ser valorizada”.

“Penso que é possível evoluir se fizermos uma reavaliação dos benefícios resultantes dos apoios dados e se, na reafetação dessa despesa, sem a sobredimensionar, for possível melhorar o impacto externo dos nossos apoios”, afirmou, recordando que “estes apoios são dados sobretudo pela componente da promoção externa da região”.

Por seu lado, Ricardo Moura agradeceu a Carlos César o facto de o governo lhe ter dado esse apoio, salientando que a região “tem colhido os frutos desse investimento”.

“Os Açores têm um bicampeão nacional de ralis, algo que era impensável há alguns anos”, frisou, garantindo que, graças ao apoio que vai receber das autoridades regionais, pretende continuar na próxima temporada de ralis a “levar bem alto o nome dos Açores”.

 


Açormédia, S.A. | Todos os direitos reservados

Este site utiliza cookies: ao navegar no site está a consentir a sua utilização.
Consulte os termos e condições de utilização e a política de privacidade do site do Açoriano Oriental.