Carlos César consternado com o falecimento de Jorge do Nascimento Cabral


 

Ana Carvalho Melo   Regional   22 de Jul de 2010, 16:23

O presidente do governo dos Açores manifestou ao princípio da tarde a sua grande consternação pelo falecimento do jornalista e político Jorge do Nascimento Cabral, considerando o seu desaparecimento uma perda para a nossa democracia, revela esta quinta-feira nota do Gabinete de Apoio à Comunicação do Governo dos Açores.
“A morte de Jorge do Nascimento Cabral é uma grande perda para a sua mulher, os seus filhos e a sua família mais próxima, aos quais dirijo uma palavra muito solidária de pesar. Mas é também uma perda para a nossa democracia, não só pela contribuição cívica que ele deu como jornalista, deputado e político, como também pelo contributo que ainda prestava com a inquietude e o seu espírito crítico de sempre”, disse Carlos segundo revela o GACS.



Açormédia, S.A. | Todos os direitos reservados

Este site utiliza cookies: ao navegar no site está a consentir a sua utilização.
Consulte os termos e condições de utilização e a política de privacidade do site do Açoriano Oriental.