Captura de chicharro mantém-se nos 400 quilos em São Miguel

Captura de chicharro mantém-se nos 400 quilos em São Miguel

 

Miguel Bettencourt Mota   Regional   16 de Jan de 2018, 11:45

O Governo Regional anunciou, esta terça-feira, que vai manter o limite de captura diária de chicharro nos 400 quilos, para as embarcações da ilha de São Miguel, e nos 200 quilos, para as da Terceira.


 Citado por uma nota de imprensa do Gabinete de Apoio à Comunicação Social (GACS), o secretário regional do Mar, Ciência e Tecnologia afirmou que esta decisão tem em consideração “a abundância do recurso e o preço de primeira venda, que se tem mantido em valores constantes nos últimos meses”.

Gui Menezes frisou que esta medida, “que teve parecer favorável dos parceiros do setor, tem como objetivo o aumento do rendimento dos pescadores”.
 
A alteração à portaria que regulamenta os limites de capturas diárias nas ilhas de São Miguel e Terceira foi publicada esta terça-feira em Jornal Oficial e entra em vigor quarta feira, 17 de janeiro.
 
Em 2017, a captura de chicharro rendeu mais de 1,1 milhões de euros na venda em lota nos Açores, o que representou mais 200 mil euros do que em 2016, informa a mesma nota do GACS.


Açormédia, S.A. | Todos os direitos reservados

Este site utiliza cookies: ao navegar no site está a consentir a sua utilização.
Consulte os termos e condições de utilização e a política de privacidade do site do Açoriano Oriental.