Candidaturas portuguesas a eleições autárquicas na Bélgica aumentam para 13


 

Lusa/Ao online   Nacional   14 de Jul de 2018, 22:12

O número de candidaturas portuguesas às eleições autárquicas belgas, em outubro, aumentou para 13 nos últimos dias e o conselheiro na Bélgica do Conselho das Comunidades Portuguesas, Pedro Rupio, está convicto de que mais candidatos portugueses "vão avançar".

Na última semana, o registo de candidaturas de portugueses radicados na Bélgica ao sufrágio de 14 de outubro teve um acréscimo de seis candidatos. Neste momento, são já nove mulheres e quatro homens os candidatos.

Estela Costa, Yasmine Rodrigues Morais, Joana Benzinho, Ester Falcato Simões, Inês Matos Pinto, Letícia Rondão Pestana, Maria Malheiro Galão, Isabel da Silva, Sílvia Gonçalves Paradela, Bernardo Rosa Rodrigues, Francisco Gonçalves Dias, David da Câmara Gomes e Manuel Meireles são os candidatos portugueses às eleições de outubro.

O prazo para entrega de candidaturas ao ato eleitoral termina a 31 deste mês e Pedro Rupio prevê que possam ser apresentadas "entre 20 a 30 candidaturas portuguesas até lá".

Em 2006, o número de candidatos portugueses situou-se "entre 30 e 40", enquanto no último ato eleitoral, há seis anos, o número de candidaturas apresentadas aos órgãos locais na Bélica, aproximou-se de 30.

No presente, três portugueses cumprem mandato autárquico de seis anos: Inês Mendes Pinto (conselheira na Comuna Enghien), Pedro Rupio (conselheiro na Comuna de Saint-Gilles) e David da Cãmara Gomes (vereaçãoem Ottignies-Louvain-la Neuve).

De acordo com a embaixada de Portugal em Bruxelas, a comunidade portuguesa na Bélgica é constituída por cerca de 60 mil pessoas.



Açormédia, S.A. | Todos os direitos reservados

Este site utiliza cookies: ao navegar no site está a consentir a sua utilização.
Consulte os termos e condições de utilização e a política de privacidade do site do Açoriano Oriental.