Justiça

Cândida Almeida quer culpar PJ pela "ineficácia" do DCIAP


 

Lusa / AO online   Nacional   26 de Fev de 2010, 10:43

A associação sindical dos investigadores criminais acusou esta sexta-feira a procuradora geral adjunta Cândida Almeida de querer atribuir "a ineficácia" do Departamento Central de Investigação e Acção Penal (DCIAP), que dirige, à Unidade Nacional de Combate à Corrupção da Polícia Judiciária.
"Há uma tentativa do DCIAP para empurrar os seus inêxitos ou a sua ineficácia para cima da Polícia Judiciária, mais concretamente para a Unidade Nacional de Combate à Corrupção", declarou o presidente da Associação Sindical dos Funcionários de Investigação Criminal (ASFIC), Carlos Anjos.

A procuradora geral adjunta e directora do DCIAP, Cândida Almeida, disse quinta-feira, na comissão parlamentar eventual para o acompanhamento do fenómeno da corrupção, que existem problemas "na área do combate à corrupção e com pessoas concretas".

Açormédia, S.A. | Todos os direitos reservados

Este site utiliza cookies: ao navegar no site está a consentir a sua utilização.
Consulte os termos e condições de utilização e a política de privacidade do site do Açoriano Oriental.