Cancro da Mama

Campanha alerta a partir de hoje para importância do diagnóstico precoce


 

Lusa/AO Online   Nacional   26 de Out de 2009, 05:16

 Alertar para a importância do diagnóstico precoce é o objectivo de uma campanha que a partir de hoje desafia as mulheres portuguesas a vestir roupa cor-de-rosa para assinalar, quinta-feira, o Dia Nacional da Prevenção do Cancro da Mama.

A campanha de sensibilização "Saiba o que lhe vai no peito" é promovida pela Associação Ame e Viva a Vida e decorre até 30 de Outubro.

"Porque o diagnóstico precoce aumenta a probabilidade de cura, a prevenção tem um papel muito importante na sobrevivência ao cancro da mama", sublinha a associação.

Realizar o auto-exame mamário todos os meses, a partir dos 20 anos e consultar o médico sempre que notar alguma alteração na mama são algumas das medidas de prevenção que devem ser adoptadas.

A primeira mamografia deve ser realizada aos 35 anos e, posteriormente, de forma regular com intervalos de um a dois anos.

Em Portugal são diagnosticados anualmente cerca de 4500 novos casos de cancro da mama e estima-se que, de entre cada oito a dez mulheres, uma vai desenvolver esta doença ao longo da vida

A incidência aumenta com a idade e 50 por cento dos casos ocorrem entre os 50 e 64 anos.

A Associação Ame e Viva a Vida é uma instituição particular de solidariedade social (IPSS) que teve origem num grupo de mulheres mastectomizadas, sobreviventes de cancro da mama.


Açormédia, S.A. | Todos os direitos reservados

Este site utiliza cookies: ao navegar no site está a consentir a sua utilização.
Consulte os termos e condições de utilização e a política de privacidade do site do Açoriano Oriental.