Hungria

Budapeste quer negociar novo empréstimo do FMI


 

Lusa / AO online   Economia   17 de Jun de 2010, 11:41

O governo húngaro quer negociar um novo empréstimo do Fundo Monetário Internacional (FMI), quando o actual terminar em Outubro, disse esta quinta-feira um conselheiro do primeiro-ministro Viktor Orban.
Em declarações ao canal de televisão M1, Gyorgy Szapary disse que o objectivo do governo húngaro é prolongar o actual acordo com o FMI até ao final do ano e negociar um novo empréstimo, a começar em Janeiro.

A Hungria escapou por pouco à bancarrota em 2008, quando recebeu um empréstimo de 20 mil milhões de euros do FMI, do Banco Mundial e da União Europeia.

Açormédia, S.A. | Todos os direitos reservados

Este site utiliza cookies: ao navegar no site está a consentir a sua utilização.
Consulte os termos e condições de utilização e a política de privacidade do site do Açoriano Oriental.