Aviação

Bruxelas aprova fusão da Continental Airlines e United Airlines

Bruxelas aprova fusão da Continental Airlines e United Airlines

 

Lusa / AO online   Economia   27 de Jul de 2010, 18:47

A Comissão Europeia aprovou esta terça-feira a fusão das companhias aéreas americanas Continental Airlines e United Airlines, num processo que vai dar origem à maior companhia aérea do mundo.
"A investigação da Comissão Europeia confirmou a complementaridade das redes da United e Continental para as rotas transatlânticas entre o Espaço Económico Europeu e os Estados Unidos e o facto de que a fusão não causará nenhum problema em qualquer rota particular", disse o comunicado de Bruxelas.

A United Airlines, a terceira companhia aérea do mundo, e a Continental Airlines, a quarta, anunciaram em Maio a intenção de se fundirem sobre o nome único de United.

Combinadas, as duas companhias terão 370 destinos em 59 países com um volume de negócios que ascenderá a 29 mil milhões de dólares (cerca de 22,3 mil milhões de euros), 700 aviões e 87 mil funcionários em todo o mundo.

A United Airlines e a Continental Airlines esperam fechar o negócio no último trimestre do ano.

Após a aprovação da Comissão Europeia, falta às companhias o 'sim' das entidades reguladoras norte-americanas que, em 2001, já rejeitaram a fusão entre United Airlines e a US Airways.

Açormédia, S.A. | Todos os direitos reservados

Este site utiliza cookies: ao navegar no site está a consentir a sua utilização.
Consulte os termos e condições de utilização e a política de privacidade do site do Açoriano Oriental.