Bradford defende respostas adequadas à realidade de cada uma das nossas ilhas

Bradford defende respostas adequadas à realidade de cada uma das nossas ilhas

 

Susete Rodrigues/AO Online   Regional   5 de Jul de 2018, 16:23

“Para que o Corvo tenha acesso a um conjunto de serviços - que merece ter - e de oferta pública, isso não significa que o Corvo deva ter tudo na exata medida e da mesma forma que existe nas outras ilhas”, defendeu André Bradford, no encerramento das Jornadas Parlamentares, que se realizaram na ilha do Corvo.

O presidente do Grupo Parlamentar do PS/Açores considera que tem de existir “uma noção muito clara das especificidades da ilha e uma adaptação das soluções que existem às caraterísticas próprias do território”, em vez de “ser sempre a mesma solução aplicada ao todo Regional”, refere citado em nota de imprensa.
Numas jornadas que diz terem sido “exclusivamente dedicadas à ilha do Corvo e não ao Grupo Ocidental, como era hábito”, os parlamentares do PS/Açores reuniram com agentes de vários setores e visitaram um conjunto de empreitadas de grande relevo para a ilha do Corvo, como realçou o líder da bancada socialista: “Os Governos Regionais têm vindo a incrementar um volume de investimento na ilha, isso nota-se muito no valor global dos Planos de Investimentos ao longo dos anos para a ilha do Corvo e nota-se também no terreno”.

Como um dos exemplos da importância de se respeitar a especificidade das ilhas, André Bradford afirmou que o caso do Clube Desportivo Escolar que, por beneficiar “de uma adaptação feita a pensar no caso específico do Corvo”, passou a ter desporto federado na ilha".

Ainda em relação às Jornadas Parlamentares, André Bradford destaca a importância do “contato direto com as pessoas que têm conhecimento direto, específico e concreto sobre a forma como as coisas funcionam”, ouvir quem tem “responsabilidades” e perceber “a dinâmica própria da ilha”.


Açormédia, S.A. | Todos os direitos reservados

Este site utiliza cookies: ao navegar no site está a consentir a sua utilização.
Consulte os termos e condições de utilização e a política de privacidade do site do Açoriano Oriental.