Bolieiro defende uma maior cultura de segurança e de proteção civil

Bolieiro defende uma maior cultura de segurança e de proteção civil

 

AO Online   Regional   25 de Abr de 2019, 22:09

O Presidente da Câmara Municipal de Ponta Delgada defendeu a importância de uma maior cultura de segurança e de proteção civil nas I Jornadas do Risco.

José Manuel Bolieiro, que falava na Universidade dos Açores, na Sessão de Abertura das I Jornadas do Risco, subordinadas ao tema “Risco, suscetibilidade e sociedade”, acrescentou ser necessário apostar na prevenção dos riscos e na praticidade (através da realização de simulacros, por exemplo).

O edil salientou, também, o papel importante do estudo e da investigação científica na prevenção de riscos, sendo a academia o espaço por excelência para a promoção desta nova cultura.

A Proteção Civil Municipal, que trabalha de forma articulada com o Serviço Regional de Proteção Civil e com a Associação Humanitária dos Bombeiros Voluntários de Ponta Delgada, dispõe de um Plano Municipal de Emergência e está a desenvolver cartografia de riscos.

Ponta Delgada tem também uma Comissão Municipal de Proteção Civil, de forma a promover o diálogo e a cooperação entre as várias instituições e entidades, e a otimizar os recursos disponíveis.

As I Jornadas do Risco, organizadas pelo Núcleo de Estudantes de Proteção Civil, são um importante contributo para o desenvolvimento da nova forma de pensar e de agir, reconheceu o Presidente, acrescentando que expressam uma boa atitude cívica e revelam espírito empreendedor.

Bolieiro reiterou, com efeito, a disponibilidade em colaborar em futuras iniciativas que cumpram com idênticos objetivos.

O autarca reiterou ainda a necessidade de aproximar a Universidade da cidade e de a sociedade olhar a universidade como “um espaço seu onde pode pode tomar um banho de cultura e de conhecimento”.

Na sessão de abertura do evento, estiveram, também, Teresa Ferreira (Diretora do Curso de Proteção Civil, em representação da Reitoria), Helena Calado (Presidente da Faculdade de Ciência e Tecnologia) e Miguel Ferreira (Presidente da Direção do Núcleo de Estudantes de Proteção Civil da Universidade dos Açores).


Açormédia, S.A. | Todos os direitos reservados

Este site utiliza cookies: ao navegar no site está a consentir a sua utilização.
Consulte os termos e condições de utilização e a política de privacidade do site do Açoriano Oriental.