Economia

BES Cabo Verde alarga linha de crédito à importação a produtos açorianos

BES Cabo Verde alarga linha de crédito à importação a produtos açorianos

 

Lusa/AO online   Regional   16 de Dez de 2011, 17:25

O Banco Espírito Santo (BES) de Cabo Verde anunciou o alargamento dos financiamentos previstos na linha de crédito criada para apoio às importações cabo-verdianas a produtos e serviços de empresas dos Açores.
“Para ajudar as empresas açorianas interessados em exportar para Cabo Verde, não só para o mercado local, mas eventualmente em ponte para outros países da costa ocidental africana, entendemos alargar essa linha de crédito de 50 milhões de euros a importações dos Açores”, disse o presidente do BES de Cabo Verde.

Segundo Pedro Cudell, os apoios previstos por esse instrumento financeiro podem traduzir-se no “incremento das trocas comerciais entre os Açores e Cabo Verde, reforçando o conceito da Macaronésia”, um espaço integrado por estes dois arquipélagos, pela Madeira e pelas Canárias.

O protocolo para operacionalização do alargamento da linha de crédito a importações de produtos açorianos foi assinado hoje em Ponta Delgada entre o BES de Cabo Verde, o Banco Espírito Santo dos Açores (BESA) e a Agência para Promoção do Investimento dos Açores (APIA).

Gualter Furtado, da comissão executiva do BESA, admitiu que a iniciativa pode impulsionar as exportações açorianas, sobretudo no que respeita a produtos lácteos e a materiais de construção civil.

O acordo foi subscrito no âmbito de um seminário sobre “O potencial do mercado de Cabo Verde para os Açores” promovido pela APIA e que reuniu empresários locais.

Segundo o presidente da Agência Cabo-Verdiana de Promoção dos Investimentos, que também participou no encontro, no actual contexto de dificuldades importa “encontrar saídas na aproximação e na busca de formas de dar corpo ao excelente relacionamento que existe a nível político e até cultural e linguístico”.

Cabo Verde, disse José Armando Duarte, “regozija-se com o entusiasmo existente por parte dos empresários açorianos em investir” na intensificação das relações com o país.

Açormédia, S.A. | Todos os direitos reservados

Este site utiliza cookies: ao navegar no site está a consentir a sua utilização.
Consulte os termos e condições de utilização e a política de privacidade do site do Açoriano Oriental.