Benfica pontua em dois estádios ao vencer Sporting e beneficiar do nulo do FC Porto

Benfica pontua em dois estádios ao vencer Sporting e beneficiar do nulo do FC Porto

 

Lusa/Ao online   Futebol   3 de Fev de 2019, 21:26

O Benfica pontuou este domingo em dois estádios na 20.ª jornada, ao impor-se no dérbi em Alvalade, por 4-2, deixando o Sporting fora das contas do titulo, e ao beneficiar do empate do FC Porto em casa do Vitória de Guimarães.

Além de ter recuperado o segundo lugar da I Liga de futebol, entregue provisoriamente desde sábado ao Sporting de Braga, o Benfica encurtou para três pontos a diferença que o separa do líder FC Porto e deixou o Sporting a 11 dos ‘dragões’.

O suíço Seferovic, aos 11 minutos, e os portugueses João Félix, aos 36, Rúben Dias, aos 47, e Pizzi, aos 73, na conversão de uma grande penalidade, foram os marcadores dos golos dos 'encarnados'.

Pelo Sporting marcou o português Bruno Fernandes, aos 43 minutos, num golo que relançou o encontro, mas por pouco tempo, e o holandês Bas Dost, aos 89, também na marcação de um penálti.

Com este resultado, o Benfica, que terminou em inferioridade numérica, por expulsão de Vlachodimos, aos 85 minutos, segurou o segundo lugar, com 47 pontos, a três do FC Porto, que empatou 0-0 em casa do Vitória de Guimarães.

O Sporting segue no quarto lugar, a 11 pontos do líder FC Porto, a oito do Benfica, segundo posicionado, e a sete do Sporting de Braga, terceiro.

O líder FC Porto empatou a zero em casa do Vitória de Guimarães, numa partida em que o maliano Moussa Marega deixou o relvado em maca, aos 76 minutos.

Depois de ter perdido em casa na primeira volta, o FC Porto voltou a deixar pontos frente aos vimaranenses, passando a somar 50 pontos, mais três do que o Benfica (segundo) e quatro do que o Sporting de Braga (terceiro).

O Vitória de Guimarães isolou-se provisoriamente no quinto lugar, com 32 pontos, mais um do que o Moreirense e três do que o Belenenses, equipas que se defrontam na segunda-feira.

O Santa Clara, que já não vencia há cinco jogos, derrotou em casa o Portimonense, por 2-1, numa partida em que recuperou de uma desvantagem e atuou mais de uma hora contra dez elementos.

O colombiano Jackson Martinez colocou o Portimonense em vantagem, aos 33 minutos, pouco depois de o capitão dos algarvios Jadson ter sido expulso com o cartão vermelho direto, aos 29.

A formação insular consumou a reviravolta com golos de Zé Manuel, aos 45 minutos, e Fábio Cardoso, aos 74, e manteve o 10.º lugar da tabela classificativa da I Liga, com 24 pontos, agora a um do Rio Ave (nono, com 25).

O Portimonense somou a segunda derrota consecutiva na competição, depois do desaire caseiro frente ao Desportivo de Chaves (1-0), mas manteve o oitavo posto, com os mesmos 27 pontos.

No Funchal, as equipas do Nacional e do Vitória de Setúbal empataram 0-0, atrasando-se mutuamente no amealhar de prontos e prolongando as respetivas séries de encontros sem vencer.

Após o empate em casa com o Sporting (1-1), na quarta-feira, os sadinos, que viram Zequinha falhar uma grande penalidade, aos 45 minutos, somaram o oitavo jogo sem vencer no campeonato e seguem na 11.ª posição, com 21 pontos.

Apesar de ter interrompido uma série de quatro derrotas consecutivas, e de não vencer há cinco jogos, com o ponto amealhado o Nacional manteve o 14.º posto, com 20 pontos, os mesmos de Tondela (12.º) e Marítimo (13.º).


Açormédia, S.A. | Todos os direitos reservados

Este site utiliza cookies: ao navegar no site está a consentir a sua utilização.
Consulte os termos e condições de utilização e a política de privacidade do site do Açoriano Oriental.