Azores Rallye com mais 12 quilómetros que no ano passado

Azores Rallye com mais 12 quilómetros que no ano passado

 

Nuno Martins Neves   Motores   25 de Jan de 2019, 09:23

O Azores Rallye 2019 vai ter 219,04 quilómetros cronometrados ao segundo, divididos entre 15 provas especiais de classificação. Um acrescento de quase 12 quilómetros em relação ao que foi a edição de 2018, revela o programa provisório presente na página oficial do Grupo Desportivo Comercial.

De acordo com o documento - que aguarda aprovação da Federação Internacional de Automobilismo - a prova terá um total de 696,6 quilómetros, dos quais 477,05 de ligações e os restantes 219.04 de troços, com apenas 7 por cento em asfalto.

Em comparação com o que se assistiu em 2018, há mais 21,55 quilómetros no total: 9,44 quilómetros de ligações e 11,6 de troços. Já o número de provas especiais de classificação mantém-se inalterado. De recordar que este será o primeiro Azores Rallye sob a coordenação de António Medeiros, o novo diretor de prova do Grupo Desportivo Comercial, que se estreou nestas lides com o Lotus Rallye 2018.

De acordo com o programa, as inscrições no rali abrem no dia 11 de fevereiro e terminam no dia 1 de março, com a publicação da lista de inscritos agendada para o dia 9 de março. O Monday Test realiza-se no dia 18 de março (Achada das Furnas e Lomba da Maia surgem como opções para os pilotos), com os reconhecimentos a dividirem-se entre terça e quarta-feira, dia 19 e 20, respetivamente. Na noite de quarta-feira, há a já tradicional City Show em Ponta Delgada, a partir das 20h00. O rali propriamente dito começa no dia 21 de março e prolonga-se até sábado, dia 23.

Magalhães nos Açores
De regresso ao Campeonato Nacional, pela mão da Hyundai Portugal, Bruno Magalhães vai estar à partida no Azores Rallye, prova que já venceu em três ocasiões (2008, 2010 e 2017), como confirmou em entrevista ao site oficial do Campeonato da Europa de Ralis.

Sousa sem navegador
O navegador Valter Cardoso não vai fazer parte do projeto da Play/AutoAçoreana em 2019. Em declarações na sua página oficial, o copiloto explicou que não vai fazer dupla com Bernardo Sousa por “incompatibilidades de calendário”. Fonte da equipa micaelense garante que ainda não foi encontrado o novo navegador.



Açormédia, S.A. | Todos os direitos reservados

Este site utiliza cookies: ao navegar no site está a consentir a sua utilização.
Consulte os termos e condições de utilização e a política de privacidade do site do Açoriano Oriental.