Azores Airlines continua com irregularidades na operação de e para Boston

Azores Airlines continua com irregularidades na operação de e para Boston

 

Susete Rodrigues/AO Online   Regional   17 de Jul de 2019, 11:27

A Azores Airlines ainda não regularizou a operação de e para Boston, devido a avarias em dois aviões da companhia aérea açoriana. Em terra encontram-se cerca de 300 passageiros.

A companhia aérea açoriana explica em comunicado que a irregularidade da operação deve-se a avarias em dois aviões, nomeadamente o Airbus A340 fretado pela SATA e uma aeronave Airbus A320 da SATA. “Viu-se a companhia aérea obrigada a cancelar as ligações aéreas entre Boston e os Açores e, ainda, reduzir ou cancelar algumas ligações domésticas previstas para os dias 13, 14, 15, 16, 17 de julho”.


Estes cancelamentos em cadeia originaram diversas irregularidades cuja “recuperação tem sido dificultada pela indisponibilidade de alternativas no mercado que permitam repor, de forma eficaz, a regularidade da operação aérea”, diz o comunicado.


Embora tenha sido possível reacomodar em diversos voos e “encontrar solução de transporte para cerca de 1800 passageiros, que haviam ficado retidos nos aeroportos de Ponta Delgada, Lisboa, Horta, Terceira e Boston, ainda não foi possível repor a totalidade do tráfego, estando ainda por reacomodar cerca de 300 passageiros, principalmente entre os Açores e Boston”.


Diz a SATA que aos passageiros para os quais a transportadora ainda não encontrou solução adequada, “tem sido prestada a assistência prevista para casos desta natureza. A saber: alojamento, refeições e transporte terrestre”.


A companhia aérea açoriana adianta que tem desenvolvido todos os esforços no sentido de antecipar a “entrada em linha da nova unidade Airbus A321 LR neo, que se encontra atualmente em processo de certificação. O primeiro voo comercial desta aeronave estava planeado para o próximo dia 19 de julho, mas considerando os constrangimentos verificados na operação aérea, desde o passado fim de semana, foi considerada a possibilidade de antecipar a sua entrada em linha, o que deverá ocorrer brevemente”.


Açormédia, S.A. | Todos os direitos reservados

Este site utiliza cookies: ao navegar no site está a consentir a sua utilização.
Consulte os termos e condições de utilização e a política de privacidade do site do Açoriano Oriental.